Marcha da Impunidade reúne cerca de 800 pessoas na orla de Copacabana

Rio – Cerca de 800 pessoas se reuniram, neste domingo, na orla da praia de Copacabana, para participar da Marcha da Impunidade. Vestidos com blusas pretas, segurando rosas e carregando imagens com rostos de vítimas da violência, os manifestantes saíram do Posto 6 e caminharam até a Av. Princesa Isabel.

Lá, depositaram três mil rosas vermelhas – 10% do número de crimes no Estado desde 2007 – em torno de uma cruz de madeira, fincada próximo ao calçadão.


“Nossa luta é contra a impunidade nos caso de violência. 92% dos casos de crime no Rio não tem explicação. No Rio, tem gente que mata por profissão, por prazer porque sabe que não será condenado”, explica o presidente da ONG Rio de Paz, Antônio Carlos Costa.

Entre os presentes na manifestação, estavam o pai da menina Gabriela, assassinada no metrô em 2003, a mãe da engenheira Patrícia Franco, desaparecida desde 2008 e os pais do menino João Roberto, assassinado por policiais em 2008. Nenhum parente do menino Juan, assassinado em Junho deste ano, esteve presente.

Fonte: O Dia

Movimento Gabriela Sou da Paz

Sandra Domingues

31/07/2011