Bancos de leite precisam de doações com urgência

www.correiobraziliense.com.br

Publicação: 17/03/2012 16:30 Atualização:
Os bancos de leite do Distrito Federal necessitam de doações com urgência. O estoque dos dez bancos existentes nas regionais de saúde está quase zerado e o existente é insuficiente para alimentar os bebês internados com baixo peso ou que estão doentes. O alerta é da coordenadora dos Bancos de Leite da Secretaria de Saúde, Míriam Santos. Segundo ela, a situação é mais crítica nos hospitais da Asa Sul e da Asa Norte.

A total prioridade dos Bancos de Leite é atender as crianças internadas, seguindo o que preconiza a RDC 171 (Anvisa/MS), segundo informa a coordenadora Míriam. %u201CSeguimos os parâmetros da Anvisa e temos como responsabilidade centenas de crianças que estão sob nossa tutela%u201D, adverte a médica, lembrando que cada caso fora desse parâmetro deve ser analisado individualmente pela chefia do ambulatório do banco de leite.

Somente em janeiro desse ano, 1.022 crianças foram beneficiadas com as doações. Em todo o ano de 2011, foram 12.372 atendimentos, o que dá um gasto de 50 litros de leite por dia. As doações, de acordo com a médica, devem estar acima disso, porque existem casos de leite que não passa pelo controle de qualidade, por conta do acondicionamento ou do armazenamento. %u201CDaí a importância de toda mãe nutriz obter informações corretas sobre como deve proceder%u201D, ressalta Míriam.

Toda mãe que esteja amamentando pode ajudar a Secretaria de Saúde. Basta ligar para os telefones 3325 4207 ou 3445 7597 e pedir instruções como deve proceder. Uma vez cadastrada, a voluntária não precisa se dirigir ao hospital. Uma equipe do Corpo de Bombeiros Militar, que trabalha em parceria com a Secretaria, busca o leite na residência da doadora.