UNESCO divulga metas globais para a educação até 2030

Relatório aponta que entre 2005 e 2014, 15% dos adultos do mundo não possuíam habilidades funcionais de alfabetização

Patrícia Rodrigues – Especial para o CB / Postado em 05/09/2016 21:01

Reduzir a taxa de analfabetismo até 2030 é uma das metas da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO). O órgão divulga na manhã de amanhã (6/08) o Relatório de Monitoramento Global da Educação 2016, em Brasília.

O documento aponta que no período entre 2005 e 2014, cerca de 758 milhões, ou 15% dos adultos do mundo, não possuíam habilidades funcionais de alfabetização. O desejo é que um número substancial de pessoas estejam alfabetizadas e tenham conhecimentos básicos em matemática nos próximos 14 anos.

Para a coordenadora de Educação da UNESCO, Rebeca Otero, o Brasil já teve avanços. “O país assume compromissos internacionais, melhorou em alguns pontos, mas precisa avançar em outros”, ponderou.

As prioridades para a educação apresentadas no documento foram elencadas pelos 193 Países-membros da Organização das Nações Unidas (ONU) durante a 70ª Sessão da Assembleia Geral das Nações Unidas, em setembro de 2015, nos Estados Unidos.

ODS
Os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) são metas criadas por diversos países e formam uma Agenda Universal até 2030. As prioridades são construídas em conjunto e abordam desafios sociais, econômicos e ambientais. Educação de qualidade é apenas uma das 17 metas para o mundo.

Fonte: www.correiobraziliense.com.br