Espaço na Vila Naval oferece cursos gratuitos à população do DF e Entorno

Galpão multiuso inaugurado na Vila Naval Almirante Visconde de Inhaúma, próximo a Santa Maria, oferecerá 130 vagas em três cursos profissionalizantes gratuitos para a população

O diretor regional do Senai-DF, Marco Secco (E), a diretora nacional das Voluntárias Cisne Branco, Christiane Leal, a idealizadora da Ecovila Naval, Ana Beatriz Goldstein, e o comandante do 7º Distrito Naval, Sérgio Goldstein
(Foto: Edy Amaro/Esp. CB/D.A Press)

Moradores das regiões próximas a Santa Maria, ao Gama e da vila naval Almirante Visconde de Inhaúma, localizada próxima à divisa com Goiás, terão acesso a três cursos profissionalizantes gratuitos e ao lado de casa a partir de setembro. Na manhã de ontem, o comando do 7º Distrito Naval da Marinha do Brasil, junto ao sistema da Federação das Indústrias (Fibra) no Distrito Federal, inaugurou um galpão multiuso na área militar, onde professores do Serviço Nacional de Aprendizagem industrial (Senai) ministrarão três cursos: padeiro, pedreiro de alvenaria e almoxarife de obras.

As matrículas para as 130 vagas estão abertas e cada curso contará com duas turmas: uma com aulas pela manhã, das 8h às 12h; outra com aulas à tarde, das 14h às 18h. Os encontros ocorrerão de setembro a dezembro, sempre de segunda a sexta-feira. O galpão onde as aulas ocorrerão fica na Ecovila Naval. O espaço, inaugurado em 10 de março, atende às cerca de 800 pessoas que vivem nas 216 casas da vila e oferece atividades de incentivo à promoção da saúde, à alimentação saudável, à orientação escolar e ao desenvolvimento socioeconômico.

As aulas são destinadas tanto a moradores da área militar quanto à população de áreas nas proximidades. Para o diretor regional do Senai no DF, Marco Secco, a ideia do galpão multiuso envolveu a criação de um espaço polivalente, com projetos focados na geração de emprego e renda. “De imediato, começamos com cursos nas áreas de construção civil e alimentos. À medida que demandas locais surgirem, desenharemos outras propostas”, afirma.

O espaço, que há mais de 10 anos servia como garagem para tratores foi transformado em uma salão apropriado para cursos. Para se inscrever, os interessados precisam comprovar que são de família de baixa-renda. Os participantes receberão certificados ao término dos cursos e não é necessária experiência ou qualificação prévia na área escolhida. É necessário entrar em contato pelo e-mail voluntarias.vcb@gmail.com ou pelo telefone 3429-1205 para fazer a matrícula.

Sustentabilidade

O galpão multiuso fica na Ecovila Naval. O espaço surgiu para promover mudanças de hábitos e incentivar ciclos naturais sustentáveis. Desde a abertura, a vila ecológica oferece cursos e atividades para famílias, adultos e crianças, por meio de cursos do Sistema S e de algumas das outras 19 instituições, órgãos e entidades parceiros do comando do 7º Distrito Naval. Em cinco meses, foram 11 cursos com 300 alunos; nove atividades para mais de 400 participantes; além de eventos que mobilizaram externamente mais de 900 pessoas.

Segundo a gestora e criadora da Ecovila Naval, Ana Beatriz Goldstein, como o local fica em uma região mais afastada de centros, o conjunto habitacional militar precisava de atividades diferenciadas para o atendimento das famílias dali e de áreas próximas. “A vila está em uma área rural, afastada, sem linhas de ônibus regulares. Dali até a pista do BRT, por exemplo, uma pessoa anda 3km. Não há mercado, padarias, nada. É um lugar isolado”, comenta.

Para ela, a iniciativa da vila ecológica permite que a população usufrua de cursos profissionalizantes e consiga acessar o mercado de trabalho. Fora as aulas, a Ecovila Naval se desenvolve com inúmeras atividades sustentáveis. “Há minas d’água ali na região; por isso, demos início a mudanças, a começar pelo saneamento básico. Os esgotos viraram ecofossas, criamos hortas orgânicas e, agora, temos a meta de transformar o local em uma vila lixo zero até 2020. É um círculo virtuoso que contagia a todos”, completa Ana Beatriz.

Fonte: Correio Braziliense

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *