Vítimas de pedófilo cogitaram suicídio após vazamento de fotos, diz PCDF

Segundo os investigadores, o suspeito exigia que os jovens introduzissem objetos no ânus ou se masturbassem. Ele foi preso no Maranhão

Vítimas do pedófilo preso, nesta quarta-feira (22/07), pela Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF) cogitaram suicídio com medo do vazamento das fotos e vídeos de nudez enviados ao criminoso. O suspeito morava no interior do Maranhão.

O criminoso teria feito, pelo menos, 60 vítimas só no Distrito Federal, todas com idades entre 11 e 14 anos. A prisão é de autoria da 12ª Delegacia de Polícia (Taguatinga Centro). A investigação teve início após pais de uma adolescente, de 13 anos, registrarem ocorrência na unidade policial.

Para ganhar a confiança das vítimas, de acordo com os investigadores, o suspeito se passava por uma adolescente. Ele usava um perfil falso no Instagram para conquistar a confiança das vítimas. Quando ficava mais próximo dos jovens, o criminoso, então, fornecia um telefone para conversa via aplicativo de mensagens.

Ao longo dos diálogos, ele exigia que as vítimas o enviassem fotos e vídeos íntimos. Segundo os investigadores, o pedófilo exigia que os jovens introduzissem objetos no ânus ou se masturbassem – tudo deveria ser filmado e encaminhado.

Quem se recusasse a enviar o conteúdo, era ameaçado pelo criminoso. O temor de que o suspeito tornasse as gravações e fotos públicas levou vários adolescentes ao desespero. Alguns, segundo a PCDF, cogitaram suicídio.

Além dos adolescente do Distrito Federal, o suspeito também atuou em outros estados, segundo a polícia. A PCDF divulgou os perfis, caso os pais reconheçam e queiram contribuir com as investigações:

https://www.instagram.com/henriquezandoo/ e https://www.instagram.com/tasampaio__/.

Fonte: https://www.metropoles.com/

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *