Covid-19: Ensino a distância é aprovado no DF para rede pública e privada

Em um primeiro momento, 80 mil estudantes do ensino médio terão acesso ao conteúdo


Em decorrência da pandemia do novo coronavírus, as escolas estão fechadas em todo o DF
(foto: Ed Alves/CB/D.A Press)

A Secretaria de Educação do DF implementará o ensino a distância para as escolas públicas e privadas da região. A medida valerá da educação infantil até o ensino médio. O Conselho de Educação do DF (CEDF) aprovou, nesta terça-feira (24/3), o parecer sobre a modalidade pedagógica. As aulas presenciais estão suspensas desde 16 de março em razão do decreto governamental.
Segundo a pasta, as aulas on-line devem começar em 6 de abril, caso a suspensão não seja prorrogada. Em um primeiro momento, 80 mil estudantes do ensino médio terão acesso ao conteúdo que, posteriormente, será estendido aos anos finais e, por fim, aos anos iniciais do Ensino Fundamental. As datas do início das aulas de alunos do primeiro ao nono ano ainda serão divulgadas.

Plataforma

Alunos da rede pública poderão acessar às aulas por meio da plataforma on-line chamada Moodle. O acesso será por computador ou por aplicativo para celular. O estudante entrará, com login e senha, em uma versão virtual da escola, na qual será possível visualizar a turma e os componentes curriculares. As aulas serão desenvolvidas por meio de diversas atividades e recursos, como vídeos e interações.
Segundo a Secretaria de Educação, professores e estudantes poderão estar juntos durante os 50 minutos de aula ou, como alternativa, as atividades poderão ser baixadas e desenvolvidas no tempo e no espaço que melhor atender às condições de cada escola e estudante. Vídeos da internet também poderão ser disponibilizados, além de materiais produzidos pelos professores.

Formação

A pasta trabalha ainda em um curso voltado para professores regentes, coordenadores pedagógicos locais, coordenadores intermediários e professores conteudistas para instrumentalizar os profissionais em relação ao uso pedagógico da plataforma. Durante o curso, os profissionais também serão orientados sobre as ferramentas do Google, da Microsoft, de aplicativos e de programas para criação de jogos.
Ao todo, a Escola em Rede Virtual do Distrito Federal terá carga horária de 60 horas. A primeira etapa de treinamento será para os cerca de 4 mil professores do ensino médio. Segundo a pasta, cabe à Subsecretaria de Formação Continuada dos Profissionais da Educação (Eape) a formação dos professores da rede pública. O planejamento detalhado dessas formações e as orientações aos docentes e gestores serão divulgadas em breve.
Os conteúdos disponibilizados aos alunos serão alinhados à Base Nacional Comum Curricular, naquilo que compete a cada um, incluindo aulas destinadas ao ensino especial.

Leia mais em correiobraziliense.com.br

Conselho de Educação do DF aprova educação mediada por tecnologia

Na rede pública, a metodologia será aplicada primeiro aos 80 mil estudantes do Ensino Médio

Málcia Afonso e Rossana Gasparini, Ascom/SEEDF

Foto Vladimir Luz, Ascom/SEEDF

A Secretaria de Educação já tem sinal verde para implementar o ensino mediado por tecnologia na rede pública do DF, desde a Educação Infantil até o Ensino Médio. O mesmo vale para as escolas particulares. O parecer que permite a realização de atividades não presenciais foi aprovado pelo Conselho de Educação do DF (CEDF) nesta terça-feira (24/3), por unanimidade entre os 15 conselheiros presentes à reunião.
As aulas pela metodologia de educação mediada devem ter início em 6 de abril, caso a suspensão, que começou em 16 de março, não seja prorrogada. Na primeira fase, a educação mediada será dirigida aos 80 mil estudantes do Ensino Médio. Posteriormente, será estendida aos anos finais e, por fim, aos anos iniciais do Ensino Fundamental – ambos em datas a ser divulgadas oportunamente.
O secretário de Educação, João Pedro Ferraz, afirma que “o momento exige soluções corajosas que permitam a retomada do ano letivo, como o desenvolvimento emergencial de um programa de educação mediada por tecnologia, para um número expressivo de estudantes”. O titular da pasta ressalta também a importância das famílias. “O papel das mães, pais e responsáveis pelos estudantes será essencial nesse período em que cada um deve fazer sua parte para que a vida possa voltar a fluir da melhor maneira possível.”
Para o presidente do CEDF, Marco Antônio Almeida Del’Isola, que atuou como relator do parecer, “é necessário pensar na ocupação do estudante, em um momento de isolamento social, e, neste aspecto, iniciativas como a apresentada merecem aplausos”. Para ele, não é o momento para se pensar em reposição de aulas, tendo em vista que ninguém sabe os desdobramentos da pandemia do Covid-19.
As escolas particulares que optaram por interromper o recesso e utilizar atividades não presenciais deverão enviar seus planejamentos à SEEDF para posterior submissão ao CEDF. O Conselho também deliberou que devem ser mantidos os 200 dias letivos (equivalentes a 800 horas de atividades escolares), pois é um tema que depende de legislação federal. Também ficou decidido que, caso necessário, o ano letivo nas redes pública e privada poderá avançar para o ano civil de 2021.

Mobile
Na rede pública, serão viabilizadas aulas on-line por meio da Plataforma Moodle, que poderá ser acessada pelo computador ou por aplicativo para celular. O estudante entrará, com login e senha, numa versão virtual de sua escola, onde irá visualizar sua turma e os componentes curriculares. As aulas serão desenvolvidas por meio de diversas atividades e recursos.
A depender da estrutura de conectividade, poderão ser desenvolvidas tarefas de modo on-line ou offline. Assim, professores e estudantes poderão estar juntos durante os 50 minutos de aula ou as atividades poderão ser baixadas (downloads) e desenvolvidas no tempo e no espaço que melhor atender as condições de cada escola e estudante, sendo possível disponibilizar outros vídeos da internet, além de materiais produzidos pelos professores.

Formação de professores

A Secretaria está empenhada no desenvolvimento do curso “Escola em Rede Virtual do Distrito Federal”, que terá como público-alvo professores regentes, coordenadores pedagógicos locais, coordenadores intermediários e professores conteudistas. Com carga horária de 60 horas, o curso tem o objetivo de instrumentalizar os professores para o uso pedagógico da Plataforma Moodle, além de orientar quanto ao uso de ferramentas e recursos do Google e da Microsoft, bem como de aplicativos e programas para criação de jogos.

A primeira etapa de treinamento será para os cerca de 4 mil professores do Ensino Médio, primeira etapa de ensino a ter disponível conteúdo e aulas virtuais para os estudantes.

Todas as áreas internas da SEEDF estão mobilizadas para produzir e ofertar conteúdo de alta qualidade, alinhados à Base Nacional Comum Curricular, naquilo que compete a cada uma, incluindo aulas destinadas ao ensino especial. Caberá à Subsecretaria de Formação Continuada dos Profissionais da Educação (Eape) a formação dos professores da rede pública, essenciais para que a proposta inovadora no DF alcance êxito. O planejamento detalhado destas formações, bem como as demais orientações aos docentes e gestores também serão divulgadas em breve, tendo em vista que o recesso escolar vai até 5 de abril.

A ideia é que cada escola possa usufruir da nova plataforma em sintonia com suas propostas pedagógicas, que levam em consideração a realidade de cada comunidade escolar.

Leia mais em se.df.gov.br

PARECER ↓

Organização Mundial de Saúde declara pandemia de coronavírus

OMS declara pandemia de coronavírus

Desde o início do mês, o Ministério da Saúde defende que a OMS deveria reclassificar as infecções do coronavírus como pandemia

A Organização Mundial da Saúde (OMS) mudou a classificação das infecções do coronavírus nesta quarta-feira (11/03). Agora, a entidade reconhece como pandemia o avanço da doença Covid-19.

Desde o início do mês, o Ministério da Saúde defende que a OMS deveria reclassificar a epidemia do vírus. A pasta tem afirmado que o termo deveria ser adotado uma vez que a doença se espalhou em todos os continentes.

Apesar do anúncio, a OMS reforçou que a declaração não implica novas recomendações no combate ao vírus.

A reclassificação ocorre horas após o diretor-geral da OMS, Tedros Adhanom Ghebreyesus, declarar que a ameaça de uma pandemia do coronavírus se tornou “bastante real”. Até então, ele afirmava, em seguidos pronunciamentos, que a doença poderia ser contida.

Até a última atualização feita pelo Ministério da Saúde com dados das secretarias estaduais de Saúde, o Brasil tinha quase 900 casos suspeitos de coronavírus e 36 confirmados.

Nesta quarta-feira (11/03), uma mulher de Porto Alegre que retornou de uma viagem à Itália e um aluno da Universidade São Paulo (USP) receberam o diagnóstico positivo para a doença.

O Brasil registrou casos em São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Espírito Santo, Alagoas, Bahia, Rio Grande do Sul e no DF. O primeiro caso no país foi confirmado em 26 de fevereiro, em São Paulo. O país não tem mortes pela doença.

No mundo, há mais de 118 mil casos em 114 países e 4.291 mortes em decorrência da doença. Os sintomas da Covid-19 são semelhantes aos de uma gripe comum na maioria das pessoas e, para evitar a propagação do vírus, os órgãos recomendam medidas de higiene simples, como lavar as mãos regularmente e usar álcool em gel.

De acordo com a OMS, o número de casos, mortes e países afetados deve subir nos próximos dias. Nas últimas duas semanas, a quantidade de ocorrências fora da China aumentou 13 vezes e o de países afetados triplicou.

Veja a diferença entre surto, endemia, epidemia e pandemia:

Surto: ocorre quando há aumento repentino do número de casos de uma doença em uma região específica. Para ser considerado surto, deve ter um registro maior do que o esperado pelas autoridades. Por exemplo, aumento expressivo de dengue em um bairro.
Endemia: uma doença é classificada como endêmica (típica) de uma região quando ocorre com muita frequência no local. As doenças endêmicas podem ser sazonais. A febre amarela, por exemplo, é considerada uma doença endêmica da região Norte do país.
Epidemia: a epidemia se caracteriza quando um surto aparece em diversas regiões. Uma epidemia em nível municipal ocorre quando diversos bairros apresentam uma doença; em nível estadual aparece quando diversas cidades têm casos; e a nacional, por fim, é caracterizada quando quando há casos em diversas regiões do país. Por exemplo: 20 cidades decretam epidemia de dengue.
Pandemia: ocorre quando uma doença se espalha por uma grande quantidade de regiões no globo, ou seja, ela não está restrita a apenas uma localidade, estando presente em uma grande área geográfica.

Leia mais em metropoles.com

PCDF investiga se há mais envolvidos em tortura de balconista

Segundo a ex-namorada de José Messias, ele teria enviado vídeos das agressões a outras pessoas usando o telefone da própria vítima

A Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF) investigará o possível envolvimento de outras pessoas nos crimes de agressão cometidos pelo tatuador José Messias Alves, 37 anos, contra a ex-namorada, 22, em Ceilândia. Segundo Viviane* (foto em destaque), ele usava o telefone dela para enviar imagens dos atos violentos a amigos.

“Nesta semana, daremos início às investigações. Vamos ver o que há nessas mensagens e se há mais gente que sabia sobre isso”, disse o delegado Gutemberg Santos Morais, da 15ª Delegacia de Polícia (Ceilândia).

Além de amigos, o tatuador teria enviado os vídeos a uma ex-namorada. De acordo com Gutemberg, os investigadores ainda não recuperaram as mensagens do celular de Viviane para análise do conteúdo, o que será feito nesta semana.

“Ainda não sabemos o que há no telefone. Quem nos falou sobre essas imagens foram testemunhas. Vamos procurar esses vídeos, ver as pessoas que podem ter recebido, se participaram. Tudo isso será apurado”, afirmou.

Neste domingo (12/01/2020), a Justiça deferiu medidas protetivas de urgência para a mulher, que passou 15 dias sendo espancada com uma barra de ferro. A balconista ficou mantida em cárcere privado desde 31 de dezembro até a última sexta-feira (10/01/2020).

José Messias Alves tem uma série de acusações na polícia

Prisão preventiva
Em audiência no Núcleo de Custódia, na tarde deste domingo, a Justiça converteu em preventiva a prisão em flagrante de José Messias. Ao tomar a decisão, o juiz substituto Felipe Figueiredo de Carvalho considerou o histórico criminal do réu.

“O autuado é reincidente, ostentando condenações definitivas por delitos de roubo e homicídio, sendo que teria, em tese, cometido o delito em análise quando ainda em cumprimento de pena, em gozo de benefício de prisão domiciliar”, pontuou o magistrado.

Durante a audiência, o juiz ressaltou que os crimes cometidos pelo tatuador “são de extrema gravidade”, uma vez que a mulher foi “submetida a violência e restrição da liberdade por período prolongado”.

O magistrado frisou ainda que o histórico criminal de José Messias “denota a insuficiência de medidas cautelares diversas da prisão na espécie”.

 Leia mais em metropoles.com

DF: 12 motoristas são multados por dia pela falta de cadeirinha

Entre janeiro e novembro, foram 3.903 multas referentes à falta ou ao uso inadequado do item. Em 2018, o número de delitos chegou a 2.832

Departamento de Trânsito do Distrito Federal (Detran-DF) registrou aumento na quantidade de infrações por transporte de crianças de forma irregular em 2019. Entre janeiro e novembro de 2018, o número de delitos referentes à falta ou ao uso inadequado da cadeirinha no carro ficou em 2.832. No mesmo período deste ano, foram registradas 3.903 infrações.

Isso significa que houve um aumento de 1.071 multas no DF comparando os dois intervalos. Entre janeiro e novembro de 2018, então, o Detran multou diariamente mais de 8 motoristas devido a essa infração. Em 2019, foram aproximadamente 12 multas por dia, considerando os 11 meses.

Segundo o Código de Trânsito Brasileiro (CTB), transportar criança de forma irregular (sem equipamento de retenção ou com equipamento incorreto) é uma infração gravíssima.

A multa para quem cometer a infração, de acordo com o artigo 168 do CTB, é de R$ 293,47. Além disso, são descontados 7 pontos na Carteira Nacional de Habilitação (CNH) e o veículo é retido até que a irregularidade seja sanada.

Conforme o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT), o equipamento mais adequado varia de acordo com a idade ou o peso das crianças. Veja as especificações a seguir:

Crianças de até 1 ano — ou 13 kg, dependendo da recomendação do fabricante: devem ser transportadas no bebê-conforto ou em uma poltrona reversível, sempre no banco traseiro e voltado para o vidro de trás do veículo;
Crianças de 1 a 4 anos — aproximadamente 9 kg a 18 kg: devem usar a poltrona reversível no banco de trás, mas virada para a frente do veículo;
Crianças de 4 a 7 anos e meio — com cerca de 18 kg a 36 kg: precisam usar um assento de elevação, também chamado de booster, no banco traseiro do veículo, junto com o cinto de segurança de três pontos;
Crianças de 7 anos e meio a 10 anos: devem viajar no banco traseiro do carro com o cinto de segurança de três pontos. Alguns especialistas recomendam que as crianças usem o assento de elevação até que tenham pelo menos 1,45 m de altura, por questões de segurança. A partir de 10 anos de idade, a criança não precisa, obrigatoriamente, viajar na cadeirinha, mas deve viajar no banco traseiro, sempre com cinto de segurança.

Proteção

De acordo com estudo da Organização Mundial da Saúde (OMS), o uso da cadeirinha reduz em 70% a chance de morte de bebês em acidentes. No caso de crianças, o risco de óbito é minimizado entre 54% e 80%, conforme a idade.

Morador da Asa Norte, o vendedor Fábio Santos, 30 anos, é pai de duas meninas, de 3 e 8 anos. Ao Metrópoles, ele contou que só sai de casa com a caçula, Fabiana, sentada na cadeirinha. A mais velha, Rafaela, já não precisa mais utilizar o apoio de elevação. “Mas sempre que a gente viaja de carro, eu a coloco no assento para proteger”, disse.

“Até este ano, a Rafa usava o assento. Entretanto, agora, o cinto de segurança já não pega mais no pescoço dela. Então já saímos sem ele”, completou Fábio.

“Uso fundamental”
Samira Mara Santos, 37 anos, é mãe do pequeno Davi, de 3 anos, e nunca sai sem colocar o filho na cadeirinha adequada. “Nós somos quatro pessoas na minha família. Então, só tenho uma vaga para passageiro no carro, e não abro mão. Não é por medo de multa, é porque o uso da cadeirinha é fundamental”, ressaltou ela.

Em 2009, Samira sofreu um acidente de trânsito com o filho mais velho, que hoje tem 14 anos. Ainda criança, ele estava sentado em uma cadeirinha e não sofreu nenhum ferimento.

“Ele tinha apenas 4 anos na época. Estávamos na estrada. Meu marido dormiu e acabamos caindo numa vala. Mas meu filho nem acordou, não sentiu nada, porque estava na cadeirinha. Então, eu prezo muito pelo uso dela”, destacou.


Samira Mara e o filho Davi, de 3 anos

Mudanças no Código de Trânsito
Em junho deste ano, o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) entregou à Câmara dos Deputados um projeto de lei com algumas mudanças no CTB. Entre elas, o PL propõe alterar as regras para o transporte de crianças, retirando as multas para motoristas que não estiverem usando o equipamento de segurança.

Caso a proposta seja aprovada no Congresso, a violação das regras “será punida apenas com advertência por escrito”. A proposta, que ainda não chegou ao Senado, está mobilizando deputados para alterar o conteúdo, que atacam os pontos mais caros ao presidente.

Relator da matéria na comissão especial da Câmara, Juscelino Filho (DEM-MA) apresentou, no fim de novembro, um parecer no qual defende a alteração de pontos, como a retirada da punição pelo descumprimento do uso da cadeirinha para crianças.

Apesar disso, o presidente tem reforçado o posicionamento pela manutenção do texto. Nesta semana, ele reclamou do tratamento dado pelo relator do projeto e disse que vai vetar as mudanças feitas pelo parlamentar.

“Lógico que vai vetar, mas a última palavra é do parlamento. Com 257 pessoas votando ‘não’, derruba o veto. Ou seja, a ideia de desburocratizar, facilitar a vida de quem produz, que é o motorista, vai ser prejudicada tendo em vista a ação do relator”, disparou o presidente.

Leia mais em metropoles.com

O Direito ao Grito

O espetáculo “O Direito ao Grito” é uma adaptação da obra literária “A Hora da Estrela”, de Clarice Lispector, e conta ao mesmo tempo a história de Macabéa, heroína do romance, e de sua autora. A peça reúne referências do teatro naturalista, do circo, da dança contemporânea e do teatro de rua para cruzar as vidas das duas mulheres, criadora e criatura, no mesmo enredo, criado pelos diretores da Oficina Circo Íntimo, Abaetê Queiroz e Juliana Drummond.

A peça fica em cartaz de 10 a 12 de dezembro (terça a quinta-feira), sempre às 20h, no Teatro Garagem (Sesc 913 Sul). Os ingressos podem ser adquiridos antecipadamente com os alunos a R$20,00 (meia).

Mulher finge ”pedir pizza” para denunciar violência doméstica à polícia

A mulher teria fingido ligar para uma pizzaria para despistar o agressor da mãe, nos Estados Unidos

Em Oregon, nos Estados Unidos, um pedido de pizza fugiu do sentido literal e serviu como denúncia de violência doméstica. Em 12 de novembro, uma mulher decidiu fingir que estava pedindo uma pizza para denunciar que a mãe estaria sendo agredido pelo parceiro. À BBC, a moça revelou que o homem foi preso posteriormente.

A ligação foi feita à polícia local. Porém, para o companheiro da mãe, a moça estaria ligando para uma pizzaria da cidade. Durante a chamada, a moça deu os sinais necessários para que os policiais percebessem, depois de minutos de conversa, que se tratava de um pedido de socorro.

De acordo com informações da BBC, no início da ligação, o atendente da delegacia, Tim Teneyck, teria insistido que a moça havia se equivocado ao discar o número e ligado para o local errado. Todavia, com a insistência dela em afirmar que não teria cometido esse erro, ele pôde notar o que estava acontecendo.

A moça, então, teria encontrado maneiras criativas de responder às perguntas feitas pelo policial. Durante parte do diálogo, ela utilizou as palavras “sim” e “não” para dar pistas sobre a situação que estaria ocorrendo no local em que estava.

Teneyck, ao ser entrevistado pela emissora local 13 ABC, disse que a conversa teria sido assim:

Teneyck: Oregon, 911
Moça: Gostaria de pedir uma pizza.
Teneyck: Você ligou para o 911 e quer pedir pizza?
Moça: É… Sim. Apartamento (número do apartamento).
Teneyck: Esse é o número errado, aqui não é pizzaria…
Moça: Não, não! Você não está entendendo…
Teneyck: Estou entendendo agora. O cara está aí?
Moça: Sim. Quero uma pizza grande.
Teneyck: Ok. E médico, você precisa de ser atendida por um médico?
Moça: Não. Com pepperoni.

A ocorrência da situação não é novidade para polícia americana. De acordo com Teneyck, a ideia de simular uma ligação para outro estabelecimento como pedido de ajuda ocorre constantemente no país, porém ele afirma que “não é algo para o qual alguém seja treinado para lidar”.

Fonte: www.correiobraziliense.com.br

Concursos: semana tem 11,6 mil vagas e salários de até R$ 17 mil

São 48 certames cujas inscrições vão até sexta. As chances são destinadas a pessoas com níveis fundamental, médio, técnico e superior

Concurseiros de todo Brasil devem ficar atentos: pelo menos 48 concursos públicos se encerram nesta semana, desta segunda-feira (04/11/2019) até a sexta-feira (08/11/2019). As oportunidades se destinam a pessoas com níveis fundamental, médio, técnico e superior. Os salários podem chegar a até R$ R$ 17.065,04.

As inscrições para o certame da prefeitura de Alto Taquari (MT) se encerram nesta quinta-feira (07/11/2019). São ofertadas 15 vagas com salários que podem chegar a R$ 1.973,70. O cadastro é realizado por meio do site da Prefeitura de Taquari. As vagas são destinadas para provimento no cargo de professor.

Para quem deseja trabalhar em São Paulo, a Prefeitura de Pauliceia oferece 10 vagas para professor. Os vencimentos alcançam R$ 2.110,35. Interessados têm até sexta-feira (08/11/2019) para se inscrever, no site Aplicativa.

Além dessas oportunidades, o Metrópoles listou 48 concursos que encerram nesta semana. Confira a seguir.

Secretaria de Educação do Estado da Bahia

Inscrições: até o dia 4 de novembro pelo site da Uneb
Vagas: 2.491 (nível superior)
Cargo: professor
Salário: R$ 1.713,53

Prefeitura de Xaxim (SC)

Inscrições: até o dia 4 de novembro pelo site da Prefeitura de Xaxim
Vagas: 68 (nível fundamental, médio e superior)
Cargo: contador, enfermeiro, engenheiro civil, farmacêutico/bioquímico, fisioterapeuta, médico, odontólogo, psicologo, terapeuta ocupacional, agente administrativístico, entre outros
Salário: R$ 15.104,84

Prefeitura de Mineiros (MG)

Inscrições: até o dia 4 de novembro pelo site Unifimes
Vagas: 323 (nível fundamental, médio e superior)
Cargo: docente, agente de serviço administrativo, agente técnico administrativo, motorista, oficial de manutenção, agente de serviços gerais e agente laboratorial
Salário: R$ 2.425,55

Prefeitura de Mariana (MG)

Inscrições: até o dia 4 de novembro pelo site Gestão de Concursos
Vagas: 34 (nível médio e superior)
Cargo: assistente odontológico, auxiliar laboratorial, motorista de creche, atendente de farmácia, secretário escolar, técnico em radiologia, assistente social, entre outros
Salário: R$ 4.091,51

Prefeitura de Laje do Muriaé (RJ)

Inscrições: até o dia 4 de novembro pelo site Gstrategic
Vagas: 112 (nível fundamental, médio, técnico e superior)
Cargo: cozinheiro, auxiliar de serviços gerais, motorista, digitador, guarda municipal, merendeira, lavadeira, enfermeiro, fonoaudiólogo, orientador educacional, entre outros
Salário: R$ 3 mil

Prefeitura de Jandaia do Sul (PR)

Inscrições: até o dia 4 de novembro pelo site Fauel
Vagas: 125 (nível fundamental, médio e superior)
Cargo: dentista, agente de combate a endemias, auxiliar comunitário da saúde, motorista socorrista, auxiliar de enfermagem, auxiliar de consultório dentário, entre outros
Salário: R$ 12.786,25

Prefeitura de Fernando Falcão (MA)

Inscrições: até o dia 4 de novembro pelo site Instituto Legatus
Vagas: 94 (nível fundamental, médio e superior)
Cargo: psicólogo, contador, enfermeiro, nutricionista, assistente social, fisioterapeuta, analista educacional, engenheiro agrônomo, entre outros
Salário: R$ 3 mil

Prefeitura de Areal (RJ)

Inscrições: até o dia 4 de novembro pelo site Gstrategic
Vagas: 120 (nível fundamental, médio e superior)
Cargo: arquiteto, merendeira, auxiliar de serviços gerais, auditor fiscal, assistente social, biólogo, engenheiro civil, engenheiro ambiental, contador, entre outros
Salário: R$ 10.299,07

Fundação Integrada Municipal de Ensino Superior (Fimes)

Inscrições: até o dia 4 de novembro pelo site Unifimes
Vagas: 323 (nível fundamental, médio e superior)
Cargo: motorista, docente, agente de manejo rural, agente de serviços gerais, agente técnico administrativo, oficial de manutenção, entre outros
Salário: R$ 2.425,55

Prefeitura de Tanque Novo (BA)
Inscrições: até o dia 5 de novembro pelo site da Prefeitura de Tanque Novo
Vagas: 124 (nível médio, técnico e superior)
Cargo: enfermeiro, educador físico, nutricionista, odontólogo, psicólogo, motorista, eletricista, técnico em enfermagem, entre outros
Salário: R$ 3.683,14

Prefeitura de Palmeira (SC)

Inscrições: até o dia 5 de novembro pelo site Concursos ss1
Vagas: 15 (nível fundamental, médio e superior)
Cargo: balseiro, contador, carpinteiro, auxiliar de serviços gerais, engenheiro civil, fiscal de tributos, médico, nutricionista, operador de equipamentos, entre outros
Salário: R$ 3.964,45

Prefeitura de Maracanã (PA)

Inscrições: até o dia 5 de novembro pelo site Cetap
Vagas: 292 (nível superior)
Cargo: professor e técnico pedagógico
Salário: R$ 1.534,64

Prefeitura de Mangueirinha (PR)

Inscrições: até o dia 5 de novembro pelo site do Município de Mangueirinha
Vagas: 70 (nível médio e superior)
Cargo: motorista, desenhista, fiscal tributário, servente de serviços gerais, administrador de rede, arquiteto, analista de tributos, cirurgião-dentista, fisioterapeuta, fonoaudiólogo, entre outros
Salário: R$ 13.724,23

Prefeitura de João Pinheiro (MG)

Inscrições: até o dia 5 de novembro pelo site Consulpam
Vagas: 167 (nível fundamental, médio e superior)
Cargo: enfermeiro, assistente social, fisioterapeuta, monitor de esportes, faxineiro, atendente, cuidador social, orientador social, entre outros
Salário: R$ 5.989,27

Prefeitura de Itirapina (SP)

Inscrições: até o dia 5 de novembro pelo site Concursos Sigma
Vagas: 74 (nível fundamental, médio e superior)
Cargo: auditor fiscal, lixeiro, médico, auditor fiscal, almoxarife, agente de saúde, assistente social, fiscal de posturas, recepcionista, pedreiro, entre outros
Salário: R$ 7.326,80

Prefeitura de Carlos Barbosa (RS)

Inscrições: até o dia 5 de novembro pelo site Concursos Objetiva
Vagas: 36 (nível fundamental, médio e superior)
Cargo: assistente social, arquiteto, professor, tesoureiro, técnico em informática, secretário de escola, guarda municipal, auxiliar de farmácia, entre outros
Salário: R$ 16.584,92

Prefeitura de Campo Alegre (SC)

Inscrições: até o dia 5 de novembro pelo site NBS
Vagas: 13 (nível superior)
Cargo: professor
Salário: R$ 2.677,64

Prefeitura de Abreu e Lima (PE)

Inscrições: até o dia 5 de novembro pelo site da Prefeitura de Abreu e Lima
Vagas: 15 (nível superior)
Cargo: serão realizadas exclusivamente via postal ou de forma presencial na sede da Prefeitura Municipal de Abreu e Lima, no endereço: Av. Duque de Caxias, 924, Centro, Abreu e Lima, CEP: 53.580-020, das 8h às 16h
Salário: R$ 6 mil

Prefeitura de Tibagi (PR)

Inscrições: até o dia 6 de novembro pelo site Fundação Fafipa
Vagas: 37 (nível fundamental, médio e superior)
Cargo: fisioterapeuta, fiscal tributário, enfermeiro, dentista, agente da defesa civil, contador, motorista, tratorista, professor, entre outros
Salário: R$ 17.065,04

Prefeitura de Serra Alta (SC)

Inscrições: até o dia 6 de novembro pelo site Concursos SS1
Vagas: 15 (nível fundamental, médio e superior)
Cargo: educador social, agente educativo, auxiliar em saúde bucal, mecânico, motorista, professor, entre outros
Salário: R$ 2.187,75

Prefeitura de Quixeramobim (CE)

Inscrições: até o dia 6 de novembro pelo site Consulpam
Vagas: 184 (nível fundamental, médio e superior)
Cargo: professor, cadista, psicólogo, pedagogo, monitor de educação, fiscal de tributos, cuidador social, auxiliar de farmácia, entre outros
Salário: R$ 8 mil

Prefeitura de Ouro (SC)

Inscrições: até o dia 6 de novembro pelo site Sigma Concursos
Vagas: 27 (nível fundamental, médio e superior)
Cargo: agente de serviços gerais, nutricionista, professor, orientador social e auxiliar de professor
Salário: R$ 2.561,42

Prefeitura de Nova Iguaçu (RJ)

Inscrições: até o dia 6 de novembro pelo site Iuds
Vagas: 38 (nível médio e superior)
Cargo: analista contábil, analista de administração, analista de procuradoria, analista de tecnologia da informação, técnico em procuradoria e técnico programador de computação
Salário: R$ 2.750

Prefeitura de Marcelândia (MT)

Inscrições: até o dia 6 de novembro pelo site KLC
Vagas: 12 (nível fundamental, médio e superior)
Cargo: agente comunitário de saúde
Salário: R$ 8.808,75

Prefeitura de Igrejinha (RS)

Inscrições: até o dia 6 de novembro pelo site da Prefeitura de Igrejinha
Vagas: 61 (nível médio e superior)
Cargo: professor
Salário: R$ 3.320,32

Prefeitura de Icém (SP)

Inscrições: até o dia 6 de novembro pelo site Instituto Indec
Vagas: 94 (nível fundamental, médio e superior)
Cargo: motorista, atendente, fiscal de tributos, ajudante geral, ajudante braçal, auxiliar de serviços gerais, monitor, zelador, entre outros
Salário: R$ 8.255

Prefeitura de Contagem (MG)

Inscrições: até o dia 6 de novembro pelo site da Prefeitura de Contagem
Vagas: 69 (nível médio e superior)
Cargo: assistente administrativo, fiscal do Procon, administrador, psicólogo, contador e assistente social
Salário: R$ 3.138,30

Prefeitura de Cambé (PR)

Inscrições: até o dia 6 de novembro pelo site Instituto Unifil
Vagas: 20 (nível médio e superior)
Cargo: auxiliar de laboratório, auxiliar em saúde bucal, técnico em enfermagem, dentista, enfermeiro, médico PSF, médico cardiologista, médico ginecologista e obstetra, entre outros
Salário: R$ 9.678,23

Prefeitura de Bombinhas (SC)

Inscrições: até o dia 6 de novembro pelo site do Município de Bombinhas
Vagas: 19 (nível superior)
Cargo: coordenador pedagógico, tradutor e intérprete de Libras e professor
Salário: R$ 2.746,80

Prefeitura de Angra dos Reis (RJ)

Inscrições: até o dia 6 de novembro pelo site FGV projetos
Vagas: 228 (nível fundamental, médio e superior)
Cargo: berçarista, inspetor de alunos, monitor de educação especial, especialista em desportos e docente
Salário: R$ 3.239,06

Assembleia Legislativa do Piauí (PR)

Inscrições: até o dia 6 de novembro pelo site Copese
Vagas: 41 (nível médio e superior)
Cargo: consultor legislativo e assessor técnico legislativo
Salário: R$ 4.068,39

Prefeitura de Taubaté (SP)

Inscrições: até o dia 7 de novembro pelo site Instituto Excelência
Vagas: 20 (nível médio)
Cargo: auditor júnior, auditor pleno, dentista PSF, médico necropsista, entre outros
Salário: R$ 1.458,83

Prefeitura de Sabará (MG)

Inscrições: até o dia 7 de novembro pelo site Reis Auditores
Vagas: 67 (nível médio)
Cargo: agente comunitário de saúde e agente de combate a endemias
Salário: R$ 1.250

Prefeitura de Rosário (MA)

Inscrições: até o dia 7 de novembro pelo site da Prefeitura de Rosário
Vagas: 67 (nível médio)
Cargo: professor
Salário: R$ 1.250

Prefeitura de Piraí (RJ)

Inscrições: até o dia 7 de novembro pelo site Ibam
Vagas: 73 (nível fundamental, médio e superior)
Cargo: docente, procurador jurídico, odontologista, psicólogo, médico, engenheiro, contador, analista de suporte, secretário escolar, entre outros
Salário: R$ 3.951,06

Prefeitura de Itatiaia (RJ)

Inscrições: até o dia 7 de novembro pelo site Ibam
Vagas: 59 (nível fundamental, médio e superior)
Cargo: fonoaudiólogo, enfermeiro de trabalho, médico de segurança e saúde no trabalho, professor, auxiliar de creche, entre outros
Salário: R$ 2.275,46

Prefeitura de Floresta do Piauí (PI)

Inscrições: até o dia 7 de novembro pelo site Crescer Concursos
Vagas: 28 (nível fundamental, médio e superior)
Cargo: fisioterapeuta, nutricionista, eletricista, fiscal de tributos, arquiteto, dentista, agente de endemias, agente comunitário de saúde, entre outros
Salário: R$ 10.200

Prefeitura de Cordeiro (RJ)

Inscrições: até o dia 7 de novembro pelo site Ibam
Vagas: 30 (nível fundamental, médio e superior)
Cargo: médico, procurador municipal, técnico em enfermagem, assistente de educação e professor
Salário: R$ 11.500

Prefeitura de Brusque (SC)

Inscrições: até o dia 7 de novembro pelo site SC treinamentos
Vagas: 56 (nível fundamental, médio e superior)
Cargo: professor, monitor escolar e coordenador pedagógico
Salário: R$ 3.553,42

Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul (MS)

Inscrições: até o dia 08 de novembro pelo site Fundação Fapems
Vagas: 20 (nível médio e superior)
Cargo: revisor, psicólogo, auxiliar técnico em eletrônica, assistente social, bibliotecário, secretário acadêmico, auxiliar de biblioteca, entre outros
Salário: R$ 6.911,41

Prefeitura de Taió (SC)

Inscrições: até o dia 08 de novembro pelo site NBS
Vagas: 26 (nível fundamental, médio e superior)
Cargo: enfermeiro, fiscal de obras e posturas, orientador educacional, auxiliar de dentista, secretário de escola, agente de serviços gerais, agente profissional, professor, entre outros
Salário: R$ 13.086,10

Prefeitura de Tabaporã (MT)

Inscrições: até o dia 08 de novembro pelo site da Prefeitura de Tabaporã
Vagas: 33 (nível fundamental, médio e superior)
Cargo: professor, auxiliar de saúde bucal, técnico administrativo educacional/gestão escolar, técnico em radiologia, assistente técnico da saúde, entre outros
Salário: R$ 4.004,89

Prefeitura de São Francisco do Piauí (PI)

Inscrições: até o dia 8 de novembro pelo site Consep
Vagas: 34 (nível fundamental, médio, técnico e superior)
Cargo: psicólogo, psicopedagogo, técnico em enfermagem, médico, enfermeiro, farmacêutico, assistente social, agente comunitário de saúde, entre outros
Salário: R$ 2.400

Prefeitura de Porto Alegre do Piauí (PI)

Inscrições: até o dia 8 de novembro pelo site Consep
Vagas: 40 (nível fundamental, médio e superior)
Cargo: enfermeiro, bioquímico, fisioterapeuta, professor, controlador interno, nutricionista, assistente social, psicólogo, entre outros
Salário: R$ 5.568,11

Prefeitura de Matupá (MT)

Inscrições: até o dia 8 de novembro pelo site da Prefeitura de Matupá
Vagas: 57 (nível fundamental, médio e superior)
Cargo: enfermeiro, professor, odontólogo, agente de combate a endemias, auxiliar de creche, agente administrativo escolar, entre outros
Salário: R$ 4.121,11

Prefeitura de Jaguaré (ES)

Inscrições: até o dia 8 de novembro pelo site da Prefeitura de Jaguaré
Vagas: 115 (nível médio e superior)
Cargo: professores, monitores e tradutores intérpretes
Salário: R$ 7.774,80

Prefeitura de Candeias (BA)

Inscrições: até o dia 8 de novembro pelo site Suprema Concursos
Vagas: 503 (nível fundamental, médio e superior)
Cargo: auxiliar de saúde bucal, geólogo, fisioterapeuta, jornalista, músico terapista, estatístico, engenheiro químico, engenheiro civil, entre outros
Salário: R$ 12 mil

Prefeitura de Belo Jardim (PE)

Inscrições: até o dia 8 de novembro pelo site Facet Concursos
Vagas: 376 (nível fundamental, médio e superior)
Cargo: médico, mecânico, jardineiro, farmacêutico, eletricista, engenheiro civil, fiscal sanitário, médico, procurador, professor, entre outros
Salário: R$ 3 mil

Confira também os concursos que abrem o período de inscrição nesta semana:
Prefeitura de Boa Vista (RR)

Inscrições: abrem no dia 4 de novembro pelo site Selecon
Vagas: 446 (nível médio, técnico e superior)
Cargo: médico, nutricionista, psicólogo, terapeuta ocupacional, assistente de aluno, auditor de controle interno de contas públicas e de obras públicas, entre outros
Salário: R$ 10.808,75

Conselho Regional de Nutricionistas da 2ª Região

Inscrições: abrem 4 de novembro e vão até o dia 9 de dezembro pelo site Quadrix
Vagas: 100 (nível médio, técnico e superior)
Cargo: assistente administrativo, nutricionista fiscal, auxiliar administrativo e secretária administrativa
Salário: R$ 4.833,81

Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Eberserh)
Inscrições: abrem dia 5 de novembro, podendo ser feitas pelo site IBFC e Vunesp
Vagas: 2.464 (nível médio, técnico e superior)
Cargo: ainda não divulgado
Salário: R$ 10.350,46

Conselho Federal de Odontologia

Inscrições: abrem dia 4 de novembro, podendo ser feitas pelo site Quadrix
Vagas: 125 (nível , médio, técnico e superior)
Cargo: administrador, procurador jurídico, contador, técnico arquivo, agente operacional e técnico administrativo
Salário: R$ 7.500

Prefeitura de Nova Bandeirantes (MT)

Inscrições abrem dia 5 de novembro, podendo ser realizadas pelo site S.O.S. Assessoria
vagas: 138 (nível fundamental, médio e superior)
Cargo: vigia, zelador, merendeira, ajudante geral, mecânico, lavador de carros, motorista escolar, assistente social, entre outros
Salário: R$ 3.598,03

Prefeitura Municipal de Jataí (GO)

Inscrições: abrem dia 4 de novembro, podendo ser feitas pelo site Quadrix
Vagas: 592 (nível médio, técnico e superior)
Cargo: agente de higiene, operador de máquinas leves, técnico em enfermagem, auxiliar de secretária, entre outros
Salário: R$ 2.338,11

Leia mais em metropoles.com

Brasiliense de 8 anos fica à beira da morte por brincar com slime

Mãe da garota fez relato emocionante sobre o caso nas redes sociais. À reportagem, ela disse que a menina se recupera do susto

hamires Ximenes viveu momentos de tensão nos últimos dias. A influenciadora digital viu a filha Laysla, de 8 anos, ser internada na unidade de terapia intensiva (UTI) após surgimento de uma série de sintomas, entre eles, reações alérgicas graves e insuficiência renal. A causa dos problemas? Um dos componentes do slime, “geleca” multicolorida que é sensação entre a criançada.

“Uma brincadeira comum entre crianças, que para muitos parece inofensiva, se tornou motivo de muita dor e angústia para nossa família”, desabafou a mãe em seu perfil no Instagram.

“Desde quando a fabricação caseira virou febre, Laysla passou a ‘fabricar’ slime com frequência e há muito tempo vem reclamando de dores na barriga. Depois, apareceram diversas manchas na pele”, acrescentou a influenciadora.

“Na semana retrasada, as dores [abdominais] aumentaram e corremos para a emergência com ela chorando de dor. Fomos informados que ela estava com menos de 40% da função renal. As lágrimas e o desespero tomaram conta de todos”, prosseguiu.

Após diversos exames e consultas, a causa dos sintomas foi detectada. “No 7º dia de internação, enfim conseguimos entender o motivo de tudo: INTOXICAÇÃO POR ÁCIDO BÓRICO, no tal do ‘ATIVADOR’ do slime caseiro (bórax, talco ou água boricada)”, escreveu.

Em entrevista ao Metrópoles, a mãe disse que foi apenas um susto e garantiu que a menina passa bem. “Agora, ela está livre das dores e manchas, mas foi um sufoco. Já tinha lido em diversas matérias que o tal do bórax é prejudicial à saúde, por isso optávamos por fazer a geleca sempre com água boricada. Foi uma surpresa saber que o componente também é nocivo”, conta.

O relato de Thamires causou burburinho nas redes sociais e, até o momento, acumula mais de 2,5 mil comentários. “A repercussão do post me surpreendeu. Torço para que a mensagem sirva de alerta e alcance centenas de milhares de pessoas”, exclama.

Este não é o primeiro caso de intoxicação por slime. Em maio, uma criança de 12 anos foi internada em São Paulo após manusear o famoso brinquedo. A menina ficou internada em hospital na zona sul da cidade por mais de uma semana.

A garota deu entrada no centro clínico apresentando vômitos e gastroenterite, segundo a Record TV. Exames identificaram uma reação alérgica causada pela substância bórax.

Para saber mais sobre os riscos eminentes do slime, clique aqui.

Fonte: metropoles.com