Manifestação por justiça

Silvana se juntou com a família de Maria Cláudia Del'Isola para fazer uma manifestação em prol da justiça e da paz, no Campo da Esperança. Aos 19 anos, Maria Cláudia foi vítima de pessoas que viviam na sua própria casa, o caseiro Bernardino do Espírito Santo Filho e a empregada doméstica Adriana de Jesus Santos, que vão a júri na próxima semana.

Para a mãe dela, Cristina Del'Isola, ontem representou um dia de muitos sentimentos. "É hora de colocar um ponto nas nossas histórias de vida. É muita dor e tristeza, mas a gente precisa que esse ponto represente esperança, não um ponto final, de achar que a vida não seja prioridade. É a esperança de que a justiça seja feita", disse.

 {mosimage}
Parentes e amigos de vítimas da violência aproveitaram a data para pedir justiça e paz