Filarmônica e Ballet de Brasília homenageiam Cláudio Santoro

Nada melhor que a plasticidade do ballet, aliada ao encanto sinfônico da Orquestra Filarmônica para reconstruir no palco do Teatro Nacional a “imagem sonora” deixada como legado à capital.

No próximo dia 16 de março, quarta-feira, às 21 horas, na Sala Villa-Lobos do Teatro Nacional Cláudio Santoro, a Orquestra Filarmônica de Brasília sob a regência do maestro Cláudio Cohen, realiza concerto de homenagem ao seu patrono e grande incentivador: o Maestro Claudio Santoro.

Soma-se a esta justa homenagem a participação especial do Ballet Brasília sob a direção de Giséle Santoro, coreógrafa da Suíte Brasília – uma das principais obras do saudoso, composta para exaltar a beleza da cidade que tanto amava.

O espetáculo apresenta ao público parte do legado cultural deixado pelo maestro Cláudio Santoro à Capital, e faz parte do projeto “Popularizando a Sinfonia”, com o patrocínio do Fundo de Apoio à Cultura (FAC), com o objetivo de aproximar a sociedade das diversas nuances da música sinfônica.

Serviço:

Local: Sala Villa-Lobos do Teatro Nacional Claudio Santoro
Data: 16 de março de 2011
Horário: 21h
Ingressos: R$20,00(inteira) e R$10,00(meia entrada)

Informações: (61) 8226 4645/ 8413 9026/ 3325 6256

Ballet de Brasília

Sob a direção de Gisèle Santoro – grande expoente da dança e da cultura brasileira – o Ballet Brasília foi criado em 1985 pela PRÓ-ARTE DE BRASÍLIA. É a companhia de dança mais antiga da cidade a desenvolver um trabalho profissional ininterrupto desde sua fundação, há 26 anos.