JÚLIO CÉSAR, MAIS UMA VÍTIMA DA VIOLÊNCIA FALECEU NA TERÇA FEIRA

POR SANDRA DOMINGUES
Julio César Pinto Lima, 22 anos, do curso de Ciências Sociais da Universidade de Brasília, foi vítima de uma tentativa de latrocinio, ficando em coma na UTI onde foi vítima pela 2ª vez, de uma infecção hospitalar, vindo a falecer no dia 27/12/2011.

O crime ocorreu no dia 26 de novembro de 2011, no estacionamento de uma festa no Rotary Club, em Taguatinga. A festa era organizada pelos estudantes de Farmácia da Faculdade UnB Ceilândia, para arrecadar fundos da formatura.

Segundo a polícia, o estudante Julio César saía da confraternização quando foi abordado pelo homem, que também estava no local. O rapaz teria roubado o carro da vítima, que foi atingida por um tiro no pescoço. O jovem estava internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Regional de Ceilândia. O quadro agravou-se mais nos últimos dias, em decorrência de uma pneumonia contraída por infecção hospitalar, vindo a falecer um mês depois.

A Polícia Civil do Distrito Federal divulgou na quinta-feira, 8 de dezembro, o retrato falado do suspeito de tentativa de latrocínio contra o estudante Julio César Pinto Lima, do curso de Ciências Sociais da Universidade de Brasília.

O caso está sendo investigado pela 12ª Delegacia de Polícia, pelos telefones (61) 3453-4317/4319. A polícia informa que manterá os dados do denunciante em sigilo.

Quem souber informações sobre o suspeito pode repassá-las por meio do 197, o Disque Denúncia.

http://www.gabrielasoudapaz.org/memorial/610-Julio-Cesar-Pinto-Lima.htm