MUITA PAZ PARA A LINDA ESTRELA GABRIELA

9 anos de saudades de Gabriela Prado Maia Ribeiro

Gabriela Prado Maia Ribeiro, a menina dos olhos azuis da cor do mar…

Adolescente, amada, estudiosa, carinhosa, idealista…teve os seus sonhos interrompidos, no dia 25 de março de 2003, aos 14 anos de idade, ao ser vítima de uma bala perdida, numa troca de tiros entre policiais e bandidos, na escadaria do metrô da Estação São Francisco Xavier, na Tijuca, Zona Norte do Rio de Janeiro.

Os 5 assaltantes foram presos e condenados, mas não pela morte de Gabriela e sim pelo assalto à bilheteria do metrô, uma vez provado que a bala que atingiu Gabriela partiu da arma do policial…sendo esse absolvido.

Um dos criminosos envolvidos na morte de Gabriela, 8 anos depois, já estava nas ruas novamente e em 2011 foi morto na “guerra do tráfico”em Niterói.

Com Gabriela foram também os sonhos de seus pais; realizar a tão desejada festa de 15 anos no mar; vê-la formada, talvez em veterinária, já que essa era uma de suas paixões; vê-la sair da adolescência; entrar na juventude; casar; ter filhos…sonhos interrompidos, deixando apenas lembranças de uma curta vida, que foi vivida com muita intensidade e que em tão pouco tempo fez história e deixou muita saudades.

Esteja onde estiver anjo Gabriela, que o seu caminho continue sendo repleto de luz e que você possa continuar a nos iluminar.

Gabriela é mais do que um anjo…uma Bandeira de Luta, um Ícone contra a Impunidade!

A imagem da Gabriela fazendo o símbolo da paz que deu origem ao símbolo da campanha surgiu espontaneamente em 2001.
Gabriela adorava tirar fotos e tirou uma foto fazendo o símbolo da paz, a família forneceu várias imagens de Gabriela aos veículos de comunicação, mas essa imagem em especial ganhou grande destaque na mídia por razões óbvias e perpetuou seu caso.

Hoje a imagem da Gabriela e o Movimento Gabriela Sou da Paz são nacionalmente conhecidos.

O Movimento Gabriela Sou da Paz foi criado pelos pais de Gabriela Prado Maia Ribeiro, Cleyde Prado Maia Ribeiro e Carlos Santiago Ribeiro ambos psicólogos.

Juntos com muita força e luta fizeram uma campanha de mobilização nacional, recolhendo assinaturas para uma emenda popular que altere 6 itens do código penal, eliminando as brechas da lei, dentre eles um que permite com que réus confessos estejam livres e possam praticar outros delitos.

A campanha de recolhimento de assinaturas para encaminhar ao Congresso Nacional um Projeto de Emenda Popular começou em 2003, sendo entregues 1.300.000 assinaturas em 08/03/2006.

Mas até hoje, 6 anos depois, o Projeto continua engavetado no Congresso Nacional à espera de votação!
www.gabrielasoudapaz.org

Sandra Domingues

23/03/2012