Criminalidade no DF aumenta 14,1% no primeiro trimestre de 2012

www.correiobraziliense.com.br

Publicação: 15/05/2012 19:46 Atualização:
Dados da Secretaria de Estado de Segurança Pública do Distrito Federal (SSP/DF) mostram que nos três primeiros meses de 2012 a criminalidade aumentou 14,1% em relação ao mesmo período de 2011. No primeiro trimestre deste ano, os crimes como homicídio, tentativa de homicídio e lesão corporal aumentaram 9% e os crimes contra o patrimônio, 14,7%.

Em contrapartida, os crimes de trânsito reduziram 0,6%, com queda de 32,6% nos homicídios culposos e aumento de 0,6% nas lesões corporais culposas.

A denúncia de casos de violência ocorridos contra a dignidade sexual também aumentou 34,3%, com destaque aos crimes ocorridos no ambiente doméstico. Segundo a Secretaria, este aumento é resultado das campanhas relacionadas à Lei Maria da Penha.

Prisões

No primeiro quadrimestre de 2012, o número total de prisões efetuadas pelo Sistema de Segurança Pública do DF foi de 4.191, enquanto no mesmo período do ano passado o número registrado foi de 3.947. A Polícia Civil prendeu 40 pessoas pela prática de crimes sexuais, 29 delas em flagrante. Houve um aumento de 25% no número de prisões desse tipo de criminosos em relação ao mesmo período de 2011, quando foram realizadas 32 prisões. No total, ao longo de todo o ano de 2011, foram presas 87 pessoas que praticaram esse tipo de delito.

Para a Secretaria de Segurança, a realização da operação Tartaruga, iniciada em fevereiro e finalizada em março de 2012, teria sido um dos fatores para o aumento da criminalidade no DF. A secretaria também lembra a greve da Polícia Civil, ocorrida no primeiro trimestre de 2011, e ressalta que o fato pode ter influenciado a estatística, pois durante a greve eram priorizadas as ocorrências de crimes de alto potencial ofensivo, como homicídios.