Missa de 7º Dia da jovem Renata da Silva Monteiro esquartejada por casal de foragidos

De acordo com as informações passadas pelos familiares, a missa de sétimo dia da adolescente esquartejada, Renata da Silva Monteiro, será hoje, (04/06/2012), segunda-feira às 19h na Paróquia Santo Expedito, situada na Avenida Deputado Cantídio Sampaio, nº 4545 – Vila Brasilândia – São Paulo / SP.

Que o caminho da Renata seja repleto de luz, que a família possa receber de Deus o conforto necessário para atravessarem esse momento tão difícil e que a Justiça seja feita!

Esse é mais um caso para acompanharmos e não permitirmos que caia no esquecimento e quem sabe com isso evitarmos que seja apenas mais um para o rol da Impunidade.

Se você tiver alguma notícia que leve ao paradeiro dos suspeitos, Marcelo Pires Woitte e Jéssica Thaís Capistrano Ferreira, que estão com a prisão decretada, entre em contato com o disque denúncia (181)

O Disque Denúncia é uma central telefônica para onde qualquer pessoa poderá ligar e fornecer informações sobre crimes e problemas de segurança pública. A denúncia possui garantia de sigilo absoluto e anonimato, e o denunciante poderá acompanhar as providências adotadas e os resultados obtidos pelas Polícias Civil e Militar a partir de senha recebida após a denúncia. As ligações são gratuitas e o serviço funciona 24 horas por dia, inclusive nos feriados

FORAGIDOS

Marcelo Pires Woitte e Jéssica Thaís Capistrano Ferreira

A Justiça de Bragança Paulista, no interior de São Paulo, decretou na segunda-feira (28/05) a prisão temporária de um casal suspeito de ter matado, esquartejado e colocado em uma mala o corpo da adolescente Renata Silva Monteiro, 15 anos. Segundo a Polícia Civil da cidade, o casal pretendia ficar com o bebê recém-nascido da jovem.

Segundo o delegado seccional de Bragança Paulista, Antônio José Pereira, os suspeitos estão foragidos e a polícia tem pistas de que eles planejavam se instalar em alguma cidade do sul do País, na região de Foz de Iguaçú (PR).

Partes do corpo de Renata foram encontradas em dois locais no dia 24/05, e o crime chocou os moradores do local. As pernas, os braços e a cabeça estavam dentro da bagagem, que boiava em um lago da cidade. As outras partes do corpo foram avistadas horas depois, a poucos metros, em um bambuzal.

A jovem morava com a família na capital e estava desaparecida há duas semanas. Após tomarem conhecimento da localização do corpo de uma jovem, os pais dela estiveram em Bragança Paulista e fizeram o reconhecimento do corpo através de uma camiseta, roupas íntimas e cicatrizes em sua face. A criança recém-nascida, com 20 dias de vida, foi localizada pelo pai da adolescente em uma residência em Natal (RN), depois de uma ligação anônima. O bebê foi deixado pelo casal no local.

O sepultamento da adolescente foi realizado no domingo (27/05) no cemitério de Vila Nova Cachoeirinha, zona norte de São Paulo.

Fonte: Terra

Integrantes do UDVV (União em Defesa das Vítimas de Violência), formado por familiares de vítimas da violência, ativistas e movimentos que lutam por Paz e Justiça, estarão presentes na missa, em apoio e solidariedade à família de Renata.

“Quando temos que ser a voz dos inocentes…Justiça é o que se Busca”

Sandra Domingues
04/06/2012