Um país em sobrepeso

JOÃO BOSCO LACERDA
Publicação: 16/04/2015 04:00
O rápido aumento no número de brasileiros que sofrem de sobrepeso e obesidade preocupa as autoridades de saúde no país. De acordo com dados divulgados ontem pelo Ministério da Saúde, 52,5% dos brasileiros estão acima do peso, número que vem crescendo de forma contínua nos últimos nove anos. Em 2006, 43% da população estavam acima do peso.

Além da parcela com sobrepeso, 17,9% dos brasileiros estão obesos, faixa que vem se mantendo estável nos últimos três anos, de acordo com a pasta. Os dados fazem parte da pesquisa de Vigilância de Fatores de Risco e Proteção para Doenças Crônicas por Inquérito Telefônico (Vigitel), realizada entre fevereiro e dezembro de 2014, com a participação de mais de 40 mil pessoas. A medida utilizada para calcular o sobrepeso ou obesidade é o índice de massa corporal (IMC), obtido através da divisão entre o peso da pessoa pela sua altura elevada ao quadrado. Quem tem índice acima de 25 está com sobrepeso, enquanto valores superiores a 30 indicam obesidade.

De acordo com a diretora do Departamento de Vigilância de Doenças e Agravos não Transmissíveis e Promoção da Saúde do Ministério da Saúde, Déborah Malta, o aumento no número de pessoas que sofrem com sobrepeso no país se deve a uma transição no modo de se alimentar dos brasileiros. “Estamos vivendo uma transição nutricional que privilegia hábitos inadequados, como o consumo de alimentos industrializados e comida rápida”, declarou.

Além dos dados medidos sobre excesso de peso, um em cada cinco brasileiros (20%) afirma já ter recebido diagnóstico médico de colesterol alto. Para Clayton Camargos, nutricionista da Universidade de Barcelona, o quadro atual é extremamente preocupante. “Hoje somos uma população de sobrepesados. Ainda não atingimos o nível de países como Estados Unidos, onde há uma população de obesos, mas, no nosso quadro atual, a população já está mais suscetível às chamadas doenças crônicas não transmissíveis”, avaliou. De acordo com o Ministério da Saúde, este tipo de doença, que engloba enfermidades como hipertensão, diabetes e alguns tipos de câncer, são responsáveis por 72,4% das mortes no país.

Apesar do aumento constante no número de brasileiros acima do peso, a pesquisa mostrou dados positivos relacionados à prática de exercícios. De acordo com a Vigitel, o número de brasileiros que praticam pelo menos 150 minutos de exercício físico por semana em seu tempo livre aumentou de 29,9% para 35% entre 2009 e 2014. Além disso, o número de brasileiros que passam em média mais de três horas em frente à televisão caiu de 31 para 25,3% entre 2006 e 2014. “Se não fosse esse crescimento no número de brasileiros que praticam atividade física, o aumento na obesidade seria ainda maior”, afirmou o ministro da Saúde, Arthur Chioro.

Brasil engorda
Evolução do índice de sobrepeso nos últimos 9 anos no país

Ano Total da população (%)

2006 43
2007 43
2008 45
2009 46
2010 48
2011 49
2012 51
2013 51
2014 53

Fonte: www.correiobraziliense.com.br