Redução da maioridade penal

Prezados amigos, cidadãos de bem, de coragem, de luta por um Brasil melhor:
 
Somos realistas quando dizemos que não há mais como suportar tanta impunidade, tanto falso moralismo, roubando vidas e vidas de seres inocentes. Nós bem sabemos o quanto temos sido sacrificados, zombados, ironizados, sendo obrigados a pagar alguns dos maiores impostos  do  mundo e obtendo como recibo todo tipo de bandidagem como corrupção, impunidade e muitas outras falcatruas de tantos governantes, políticos, empresários e gente de toda a espécie. Por esse motivo, temos que estar atentos às iniciativas que podem representar a voz do povo junto às instâncias legais, embora nem sempre sejamos ouvidos, mas não podemos desistir!
 
Permitam-me desabafar e democraticamente sugerir que …se jovens aos dezesseis anos são capazes de votar, devem ser também capazes de assumir as consequências nefastas dos seus atos. Sabemos que o sistema prisional brasileiro é lastimável, como é parte dos representantes da Câmara dos Deputados, do Senado e de tantas outras paredes do Poder…Mas, não devemos deixar que nos obriguem a conviver com a ressocialização de estupradores, assassinos e traficantes, como se as pessoas civilizadas fossem  a fossa da podridão humana. Sem dúvida, há exceções…mas, como elas são minoria, cujo grito não tem eco, nada nos resta, a não ser utilizar nossos direitos, exercermos plenamente nossa cidadania para que pelo  menos a bandidagem não continue se divertindo às custas do sofrimento alheio.  
 
Sendo assim, solicitamos a  TODOS  os voluntários do Movimento Maria Cláudia Pela Paz  que não só votem, mas, multipliquem entre amigos, a enquete sobre a redução da maioridade penal, proposta de emenda constitucional (PEC26/2002), que pode ser acessada pelo link   http://www.senado.gov.br/agencia/default.aspx?mob=0  .

Cristina Del'Isola