Princesa de Frozen manda vídeo para menina que foi vítima de racismo

Fantasiada de princesa Elsa, a australiana Samara foi abordada por uma família que fez comentários preconceituosos sobre a cor da pele da menina

postado em 24/06/2015 20:31 / atualizado em 24/06/2015 21:11
Gabriela Vinhal
Uma atriz que interpreta a princesa Elsa (da animação Frozen), em um dos parques da Disney, mandou um vídeo para a pequena Samara Muir, uma menina de 3 anos descendente de aborígenes australianos, que foi vítima de racismo em um shopping de Melbourne (Austrália), após usar a fantasia da personagem. Nele, Elsa incentiva a menina a “ser ela mesma sempre”.
A menina pediu à mãe, Rachel Muir, para ir a um evento da Disney fantasiada de princesa Elsa, conhecida pelos longos cabelos loiros e pele clara. Ainda na fila, a menina foi abordada por uma família com comentários preconceituosos e desrespeitosos.
image001

Em uma publicação no Facebook, Rachel desabafou sobre o ocorrido. “Uma mãe e suas duas filhas falaram para minha filha que elas não sabiam por que ela se vestiu como a Elsa porque ela é negra — e que negros eram feios. O racismo está vivo na nova geração“.

No post, Rachel relata ainda que a filha chegou a questionar o porquê de ter nascido negra. “Eu disse que era porque Deus lhe deu aquela cor de pele, e porque ela tinha orgulho em ser negra assim como a sua mãe“, disse, em resposta a um dos comentários.

Em entrevista a um jornal local, ela contou que Samara até se recusou a ir para a escola “por ser negra”. Depois do episódio, Rachel fez uma reclamação ao gerente do shopping, que disse que o comportamento da mulher foi “inaceitável”.

Site: www.correiobraziliense.com.br