Substâncias de embalagens plásticas elevam risco de diabetes e pressão alta

 

image001 (1)

15/07/2015 – UOL

Embalagens plásticas contêm substâncias que aumentam risco de diabetes e pressão alta. (Foto: iStock)
Pesquisadores da Faculdade de Medicina da Universidade de Nova York identificaram duas substâncias presentes em cosméticos, sabonete, plástico filme e embalagens de alimentos processados que aumentam os riscos de pressão alta e desenvolver diabetes em crianças e adolescentes.

Os plastificantes usados para tornar os produtos mais flexíveis DINP (Diisononilftalato) e DIDP (Diisodecilftalato) passaram a ser usados em substituição ao DEHP (Bis(2-etilhexil)ftalato), devido a estudos anteriores mostrarem o mesmo problema apontado na nova pesquisa.

O DEHP foi banido em 2004 da fabricação de materiais plásticos na Europa, e nos Estados Unidos a substituição foi feita de forma voluntária pelos fabricantes.

Para diminuir a contaminação por essas substâncias, os autores do estudo sugerem medidas simples como não esquentar comida no micro-ondas em potes plásticos e lavá-los na mão ao invés de colocar na máquina de lavar-louça, que segundo eles facilita a liberação das substâncias tóxicas na comida.

Como alternativa ao uso das embalagens plásticas, o estudo aponta o papel manteiga e o papel alumínio, que geralmente não são usados para embalar alimentos industrializados. No comunicado à imprensa o pesquisador também menciona a necessidade de que os testes das substâncias químicas sejam realizados antes que elas passem a ser utilizadas pela indústria.