Quadrilha especializada em roubo de bicicletas é presa no Sudoeste

Três homens foram presos na noite deste sábado (26/9), suspeitos de integrar uma quadrilha especializada em furtos de bicicletas. Segundo informações da Polícia Militar, um deles foi capturado na garagem de um prédio da CCSW 4 do Sudoeste. O porteiro do residencial fazia parte do esquema. A suspeita da corporação é que eles também tenham envolvimento com um roubo ao posto do Banco de Brasília (BRB) ocorrido na última quinta-feira (24/9).

A tentativa de furto ocorreu por volta das 17h. Vivaldo Antonio de Alencar Neto, 19 anos, foi preso no momento em que iria pegar uma bicicleta. O outro participante conseguiu fugir, porém, ele fez contato por celular com Vivaldo. Sem saber da prisão do comparsa, o foragido enviou áudios combinando um local de encontro. Luiz Fernando Costa, 27, foi preso na CCSW 6. Após a prisão, militares seguiram até a casa de Luiz e descobriram que o Carlos Henrique Santos Gonçalves, 25, que é porteiro do edifício, também morava no local.

Na residência do porteiro, foram localizados um simulacro de arma de fogo, tipo pistola, além de um carregador. A bicicleta, um cadeado, dois aparelhos celulares e um carro Gol também foram apreendidos durante a ação policial. Em outras mensagens, a Polícia localizou áudios sobre a possível atuação do grupo no assalto a um posto de conveniência do BRB na quadra 1 da Estrutural. Na ação, quatro homens encapuzados e armados entraram no estabelecimento e renderam clientes e funcionários. Eles levaram R$ 8 mil do local.

Todos os suspeitos tem passagens criminais. O porteiro possui um antecedente por tentativa de homicídio. O trio está preso na carceragem do Departamento de Polícia Especializada (DPE) da Polícia Civil. O caso é investigado pela 5ª Delegacia de Polícia (Área Central).