Homem é preso com R$ 330 mil em drogas no Aeroporto de Brasília

Trata-se da maior apreensão de skunk da história do Distrito Federal

Maria Eduarda Cardim – Especial para o Correio /

Breno Fortes/CB/D.A Press.

image001 (3)

Um traficante de drogas foi preso no Aeroporto Internacional de Brasília com 5,5 kg de skunk — droga similar à maconha, também feita com Cannabis — escondidos na mala. Alex de Oliveira Carmim, 28 anos, veio de Manaus para Brasília no último sábado (27/2), mas foi preso ao desembarcar no Distrito Federal com pacotes de drogas avaliadas em R$ 330 mil.

image002 (2)

Breno Fortes/CB/D.A Press

A ação foi realizada, após denúncia anônima, pela Coordenação de Repressão às Drogas (Cord) e contou com o apoio do Departamento de Polícia Federal. O suspeito, detido em flagrante, responde por tráfico interestadual de drogas com uma pena que pode variar de 5 a 15 anos de prisão. A pessoa que receberia as drogas no DF ainda não foi identificada.

Segundo o titular da Cord, delegado Rodrigo Bonach, essa foi a maior apreensão de skunk da história do DF. “O que chama atenção é a facilidade do embarque dessa quantidade expressiva de drogas, porém ainda não há como afirmar a conivência de ninguém.”, relatou.

Site: www.correiobraziliense.com.br