Reitor da UnB lamenta morte de aluna e se diz "horrorizado" com o crime

Ivan Camargo informou que a UnB estará disponível para ajudar nas investigações policiais.

Flávia Maia
O reitor da Universidade de Brasília, Ivan Camargo, se mostrou consternado com o assassinato da estudante Louise Ribeiro, 20 anos, nas dependências da instituição. A UnB decretou luto pela morte da aluna.

“A gente não espera que uma barbaridade dessas vá ocorrer com dois alunos, dentro da universidade. Estamos horrorizados”, afirmou.

Ivan Camargo está viajando a trabalho e não está na universidade neste momento. Mesmo à distância, garantiu que a instituição vai colaborar com o trabalho da polícia no que for preciso – desde o amplo acesso às dependências da instituição até imagens das câmeras de segurança. “A universidade é pública e está à disposição para que essa barbaridade seja elucidada”, comentou.

Funcionários da administração da universidade devem fazer um ato público na próxima semana em favor da paz e contra a violência contra as mulheres.

“Como professores, temos que repetir que é um absurdo, que é inaceitável. Feminicídio é muito perigoso”, alertou o reitor.

Site: www.correiobraziliense.com.br