Cinco bandidos fazem arrastão entre as quadras 207 e a 116 Norte

Policiais militares prendem os assaltantes na Vila Planalto e recuperam todos os objetos roubados na madrugada

Isa Stacciarini
Cinco assaltantes fizeram um arrastão em um ponto de ônibus da 207 Norte, fugiram em um Gol e, horas depois, sequestraram dois homens, de 29 e 30 anos, na comercial da 116 Norte. A série de crimes aconteceu na madrugada de ontem, por volta da 1h, quando uma das vítimas, um servidor público, comprava medicamentos na farmácia da quadra. Um amigo dele ficou esperando no carro, um Peugeot 208. Quando ele voltava para o veículo, acabou rendido pelos bandidos armados com um revólver calibre 38.

O servidor público de 29 anos não quis ser identificado, mas contou que um dos suspeitos apontou a arma para a cabeça dele. Três passaram para o Peugeot 208. O restante ficou no Gol. “Eles me levaram para o carro onde estava o meu amigo me esperando comprar os remédios. Pegaram todos os nossos pertences e seguiram com a gente. Foi, de fato, assustador”, contou.

·
Jovens são presos e adolescente apreendido por roubar loja de Sobradinho
As vítimas ficaram sob poder dos criminosos por alguns minutos. Segundo o funcionário público, eles foram liberados na descida da tesourinha da quadra. “Procurei me mantar calmo, não reagir e cumprir as exigências deles para evitar algum dano maior. Eles disseram que não fariam mal com a gente e perguntaram se o carro tinha corta-corrente”, explicou. “Subimos para um prédio na 115 Norte e pedimos ajuda a um porteiro, que ligou para a polícia.”

Os cinco suspeitos fugiram com o Peugeot 208 e o abandonaram no Setor de Clubes Norte, próximo ao Iate Clube Brasília. Depois, seguiram para a Vila Planalto. Entraram em uma casa, mas acabaram detidos por PMs — entre eles havia um adolescente. “Eles vinham cometendo diversos roubos na Asa Norte e são conhecidos da polícia. Todos têm diversas passagens por roubo e tráfico. Tiramos um grupo da rua especializado em assalto a pedestres, e a expectativa é que esses índices diminuam na Asa Norte”, ressaltou o porta-voz do Centro de Comunicação Social da PM, Michello Bueno.

Prisão

Um dos policiais que atendeu a ocorrência, soldado Bruno Almeida da Silva, explicou que a equipe recuperou os objetos roubados, como celulares, aparelhos de som automotivo, roupas, bolsas e diversos outros produtos de assalto. “Como eles já são conhecidos pelo modo de agir, sabíamos até o endereço provável onde podiam estar. Deslocamo-nos para a Vila Planalto e logo vimos o carro abandonado em frente a uma residência. Eles entraram na casa e fomos em busca de todos”, ressaltou. A PM apreendeu três projéteis intactos.

Os policiais encaminharam os acusados à 5ª Delegacia de Polícia (Área Central). Segundo o delegado-chefe da unidade policial, Marco Antônio de Almeida, os maiores de 18 anos responderão por roubo circunstanciado, formação de quadrilha, roubo circunstanciado por concurso de pessoas, emprego de arma de fogo, restrição de liberdade e corrupção de menores. O mais jovem foi conduzido à Delegacia da Criança e do Adolescente (DCA).

Dados da Secretaria da Segurança Pública e da Paz Social mostram que, no DF, ocorreram 525 roubos com restrição de liberdade em 2015, contra 745 em 2014. A redução é de 29,5%.